[Entrevista a Rita Dias]: "Uma canção livre de estereótipos"



Rita Dias começou por ser uma das compositoras selecionadas pelo concurso aberto da Antena 1, ganhando assim o seu lugar no Festival deste ano. Mais tarde, apresentou-se também enquanto a voz que vai defender "Com Gosto Amigo", já na primeira semifinal do concurso. Conheça as principais expectativas da cantora que se apresenta no palco do Festival, já este domingo.


Crónicas de Eurofestivais - Como encaraste este desafio que te foi proposto de ires ao Festival da Canção?

Rita Dias: Fui selecionada num concurso promovido pela Antena 1, dirigido a qualquer pessoa. Foi um desafio que resultou de uma aprovação prévia, o que é reconfortante e gratificante.




CE - Pelo Festival da Canção já passaram vários nomes de grande sucesso. O que achas que podes tirar de proveito desta tua participação para o teu futuro musical?

RD: Tenho uma canção que pretende contribuir para a Música Portuguesa e mostrar o meu registo musical, premissas que assentam no Festival da Canção. Estarei ao lado de nomes de grande sucesso. Estou muito satisfeita; sinto-me lisonjeada e agradecida. Agora, estou no meu presente musical.

CE - A lista de participantes deste ano do Festival da Canção conta com muitos nomes conhecidos. Alguma vez pensaste em participar num concurso televisivo desse género?

RD: Não. É uma oportunidade especial. Como já foi especial a vitória da Eurovisão no ano passado, pelo Salvador Sobral e pela Luísa Sobral.

CE – Tens acompanhado as últimas edições do Festival da Canção? E do Festival Eurovisão da Canção? Há alguma participação que te tenha impressionado positivamente? Porquê?

RD: Acompanhei tudo de perto no ano passado. Acompanhei alguns Festivais da Canção nos anos anteriores, Eurovisão menos. Mais do que a canção e a interpretação, que são boas seja em que palco for, marcou-me positivamente a onda de amor que se gerou por todos os concorrentes - nacionais e estrangeiros - em redor do Salvador. O Amor salva-nos a todos. E, no ano passado, deu a Portugal uma vitória muito simbólica.




CE - Como descreves o tema que vais interpretar?

RD: Um tema de força, onde a mulher se enaltece sem lamentos ou “choramingues” (lembrando o single do meu primeiro disco, com os pés na terra). Mas também uma canção livre de estereótipos, onde os homens e as mulheres podem ser quem são, sempre a favor do que a vida é.

CE - Como será encarada a tua interpretação em palco?

RD: Espero que seja bem encarada. Acho melhor deixar que o júri e o público respondam.

CE - O que podemos esperar caso venças o Festival da Canção? Quais são as tuas expectativas e ambições?

RD: Podem esperar a entrega à música, às raízes e às pessoas que tem sido característica no meu percurso profissional/musical. Expectativas poucas; gosto de aproveitar o momento como ele é. Ambição: gravar um segundo disco, porque há canções na gaveta que o justificam.

CE - Explica-nos porque é que se deve votar em ti para que nos representares na Eurovisão.

RD: Só cada um dos votantes terá essa explicação. E todas são legítimas, válidas. Mas eu gostaria muito que votassem em mim porque gostam da música, se identificam com a letra e encontram na canção uma oportunidade para serem livres.

CE - Queres desejar uma mensagem aos nossos leitores e aos fãs em geral?

RD: Amem Com Gosto Amigo.

Oiça um excerto da música: [AQUI]


Imagens: Impala.pt e RTP

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.