Ensaios ESC 2018: segundos ensaios SF1 e SF2 - Dia 6


Decorrem hoje os segundos ensaios dos últimos quatro países da Semifinal 1, dos cinco primeiros países da Semifinal 2 e os primeiros ensaios dos Big 5 e Portugal. O Crónicas de Eurofestivais está a acompanhar o sexto dia de ensaios no Press Centre e na Altice Arena, onde temos a possibilidade de assistir a cada atuação tanto ao vivo como também tal como será emitida nos live shows.

Dinamarca




Rasmussem reclamou da neve artificial após o seu primeiro ensaio e a verdade é que ele não estava errado. Para além de cair em muito pouca quantidade, simplesmente não parece minimamente real. O staging, como referimos nos comentários ao primeiro ensaio, é praticamente igual ao do DMGP. O representante dinamarquês está acompanhado por quatro vocalistas, sendo que um deles, perto do fim da canção, se dirige para a parte de trás e segura uma enorme bandeira branca. A atuação de "Higher Ground" é perfeita para este palco.

São Marino



E o prémio para melhor delegação vai para... São Marino! Após o primeiro ensaio, a página do 1in360 perguntou aos fãs que mensagens gostariam de ver nos cartazes que os robôs mostram na atuação, e eis que a escolhida foi: "Justice for Valentina!" Jessika e Jenifer fizeram-nos respirar de alívio ao aparecerem com uma indumentária muito digna da atuação - elas têm robôs em palco, sabe-se lá o que poderiam vestir. Nunca vai acontecer, mas ter São Marino na final seria o melhor plot twist que podia acontecer este ano.





Sérvia



As vocalistas dos Balkanika trocaram os vestidos lavanda por vestidos em preto e branco, com um ar muito mais imponente, e já não destoando tanto dos tons das luzes do palco. A coreografia também sofreu algumas alterações, sendo que os movimentos não parecem tão rígidos e forçados. Os representantes sérvios nunca têm qualquer tipo de fragilidade no que toca à voz, e todo o destaque vai, inevitavelmente, para Danica. 

Roménia



Muitos podem não ser fãs da canção romena, mas não há como negar o quão encantadora é Cristina e quão impecável é a sua voz. O staging é exatamente o mesmo do primeiro ensaio, com imensos manequins em palco. O início (uma rapariga que tira a máscara branca e começa a caminhar pelo palco) continua a não convencer. 
Noruega



Rybak disse estar doente no dia do primeiro ensaio e, a julgar pelo segundo, a coisa não melhorou. Não há mudanças no staging - se não o fizeram do MGP para a Eurovisão, não o iriam fazer do primeiro ensaio para o segundo. É incrível como mesmo com um ar debilitado Rybak consegue fazer com que esta atuação continue a transmitir winner vibes. 

Chipre






"Fuego" é uma atuação feita para a televisão - tal como a maioria das atuações da Eurovisão, como é mais do que óbvio -, mas é impossível não ficar contagiado pelo calor que sai daquele palco e pela batida maravilhosa, ainda por cima quando fecha a semifinal a seguir da snoozefest da Irlanda. Esta atuação só não atinge um nível de perfeição máximo porque o fumo cor de rosa em realidade aumentada durante o segundo refrão continua a ficar mal no ecrã.

Irlanda



O que vale é que não queria que a Irlanda passasse e este staging só ajuda a que isso seja possível. A neve artificial está muito mais realista relativamente ao primeiro ensaio, mas Ryan continua a não ser um intérprete cativante em palco e a rapariga ao piano continua a aparecer durante demasiado pouco tempo. 

Suíça


O início da atuação de "Stones" é excelente, com todas as luzes a acenderem ao som da bateria de Stefan. Corinne está numa espécie de pedestal, onde permanece até ao primeiro refrão, quando começa a sua caminhada pelo palco levando o seu microfone atrás, com a energia e vocals no ponto aos quais já estamos habituados. Não houve grandes mudanças comparativamente ao primeiro ensaio, nem havia nada que precisasse muito de ser mudado. Pode beneficiar por estar colocada entre duas músicas aborrecidas, mas não é suficiente para garantir a passagem

Arménia


A Arménia é uma super potência eurovisiva óbvia, mas se já floppou em 2011, este ano isso também não é impossível. Houve algumas significativas na performance de "Qami" a comparar com o primeiro ensaio, como alguns aspetos da realização e a inclusão de fumo no chão, mas tudo continua muito aborrecido até ao explodir da canção (onde o trabalho de luzes também é excelente), que acontece demasiado tarde.


Vídeos: Eurovision.tv

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.