Ensaios ESC 2018: quem surpreendeu e quem desiludiu - Dia 5


Decorreram hoje os segundos ensaios dos primeiros  15 países da Semifinal 1. O Crónicas de Eurofestivais acompanhou o quinto dia de ensaios no Press Centre e no Altice, onde tivemos a possibilidade de assistir a cada atuação tanto ao vivo como também tal como será emitida no dia 8 de maio, e desvendámos quem melhorou a sua atuação e quem ficou aquém das expetativas.

 Quem desiludiu?

Macedónia


Este ensaio fez-nos perceber o porquê de a vocalista dos Eye Cue ter um vestido que a faz ficar com o rabo de fora! O vestido, que parece um casaco ao contrário, é tirado a meio da performance, dando lugar a um macacão curto. É mais uma das várias coisas desnecessárias desta atuação, mas que até lhe dá piada. Marija continua a ter algumas falhas a nível vocal - que, sinceramente, não fazem parecer que vão melhorar. 

Áustria


Cesár Sampson teve alguns problemas técnicos no seu ensaio, nomeadamente no que diz respeito a efeitos visuais que foram adicionados - há alturas em que os planos de câmara mudam com efeitos de transição em recorte triangular - desnecessário. É uma performance que dá imensas vibes de concertos do John Legend. Na primeira vez em que o representante da Áustria pisou o palco, fez parecer que tinha vestido alguma roupa sua aleatória, pois pareceu digna de ginásio. Bem, parece que é mesmo a indumentária que irá utilizar dia 8. Esta é uma canção que, ou é darkhorse e fica muito bem, ou nem passa à final. 

Albânia


Não há melhorias no ensaio da Albânia. Eugent continua a pedir palmas numa parte em que não faz sentido e que dificilmente vai pegar no público (a press presente no Altice Arena nem se move), as coristas continuam a movimentar-se como se estivessem a cantar com o Tony Carreira. O representante albanês continua incrível no que diz respeito à voz - se vão ver a Eurovisão ao vivo, é garantido que vão ficar arrasados com aquele final!

Islândia


Ari, da Islândia atrasou-se devido ao trânsito lisboeta - celebridades, elas são como nós - mas chegou a tempo de ensaiar, ainda que depois da Albânia, e adivinhem? Continua a parecer o Roberto Leal! Foi um bom ensaio para o representante islandês, semelhante ao primeiro mas com uma performance vocal melhor do que nunca. A parte mais interessante desta atuação, que continua a ser a mais aborrecida desta semifinal, é o final, quando as pessoas que acompanham Ari se juntam a ele e a câmara capta o quão feliz ele está por estar ali.


 Quem surpreendeu?

Bulgária


É costume dizermos que no que está perfeito não se mexe, mas a Bulgária é a prova de que se pode mexer e que a perfeição não é mesmo atingível. Pequenas mudanças nos planos de câmara e nos efeitos das imagens transformam esta atuação digna de videoclip num videoclip ainda mais caro. Um dos grandes problemas era não ouvirmos a voz de Zhana, apenas da cantora que está atrás do palco, e esse problema foi resolvido para o segundo ensaio - ela é maravilhosa!

Estónia





Houve algumas alterações nos planos de câmara na atuação de Elina Nechayeva, nomeadamente numa parte em que cada sílaba de “per l’eternità” mostra o retrato de Elina a partir de ângulos diferentes. As projeções no vestido continuam a ter demasiada cor, mas é único aspeto não-perfeito nesta atuação. Sentir a força vocal de Elina no Altice Arena é uma experiência arrepiante e completamente arrebatadora. Foi eleito o melhor ensaio do dia no Press Centre, porque de facto não podia ser nenhum outro.

Grécia


Se havia país que precisava de melhorar e muito a sua atuação, esse país é a Grécia. O primeiro ensaio de "Oniro Mou" foi tão, mas tão pobre, que começámos a questionar se o país estaria ou não na final. A performance foi elevada a outro nível com um aperfeiçoamento nas luzes e na utilização de fumo no chão - há partes em que tudo escurece e apenas fica salientado o contorno da figura de Yianna, e parece mesmo que ela caminha pelas nuvens. Há alguma fragilidade a nível vocal que se nota apenas para quem está habituado a ouvir a versão estúdio.

Croácia


"Crazy" e "Funny Girl" são muito comparadas, mas o que acontece é que Franka consegue o que Laura tenta e falha redondamente: ser sexy de forma convincente. É notável a mudança de atitude do primeiro para o segundo ensaio, pois temos uma Franka com um ar muito menos assustado, mais confiante - ela tem perfeita noção de que arrasa e que pode muito bem ser uma finalista surpresa. O trabalho de câmaras e de luzes está perfeito, e a representante croata é uma artista com tudo. 

Israel


Israel tinha uma missão para este segundo ensaio, que era convencer-nos de que esta é uma atuação vencedora. Após um primeiro ensaio muito underwhelming, a performance de "Toy" sofreu melhorias que fazem toda a diferença: há pirotecnia do refrão, Netta está muito menos parada, não há um homem aleatório a ajudar a cantora a descer as escadas. Os planos de câmara estão muito melhores também. Não queria nada ver algo tão previsível a vencer, mas ainda é possível.




Bélgica


No primeiro ensaio de Sennek notou-se alguns problemas na cena inicial, onde apenas os olhos da cantora belga ficavam iluminados. O conceito mantém-se, mas a imagem aparece desfocada, e quando focada vemos a mão de Sennek a destapar lentamente os olhos, que se abrem, e a luz acaba por abranger o resto da sua figura. Os planos de câmara melhoraram substancialmente, assim como o trabalho da cantora em “namorar” com elas. Continua a parecer o país não-qualificado chocante da semifinal.

Finlândia


Saara Aalto esteve tão mais confiante neste segundo ensaio, e isso favorece imenso a atuação, não fosse "Monsters" uma canção sobre superação. As transições entre planos de câmara estão muito menos bruscas e mais fluídas. A posição dos dançarinos mudou ligeiramente - antes, no início da atuação enquanto Saara está posicionada no círculo que roda, estes apareciam muito mais aproximados da câmara e isso causava alguma distração. O arraso vocal da representante da Finlândia foi muito mais evidente. Tudo isto é suficiente para descartarmos as hipóteses de flop na semifinal? Infelizmente, não.

Bielorrússia


Pelo primeiro ensaio de Alekseev foi fácil de entender que a atuação de "Forever" estava pensada ao mais pequeno pormenor. Houve alguns ajustes nos planos de câmara, mais concretamente na parte em que Alekseev entrega a rosa à bailarina (digamos que fizeram com que parecesse menos psicopata nesta parte, também). Na bridge da canção, as rosas em realidade aumentada estão colocadas de forma muito melhor conseguida. Vocalmente, foi quase perfeito.

Lituânia


Só havia uma coisa a melhorar na atuação da Lituânia - as imagens em realidade aumentada. Desta vez já não parecem imagens de casais cortadas no Paint, pois aparecem e desvanecem muito rápido, com alguma transparência. Continua a ser uma atuação aborrecida com um momento querido no final. É difícil achar que isso é suficiente para vermos a Lituânia a passar à final.

República Checa


Um dos ensaios mais esperados do dia, sabendo o que aconteceu com Mikolas Josef. A verdade é que o representante da República Checa não parece apto para estar em palco, nota-se que está em sofrimento, mas mesmo assim faz a maior parte da coreografia vista no primeiro ensaio -como é óbvio, não há saltos mortais para ninguém. Mesmo com a contenção nos movimentos, continua a ser uma atuação com um ótimo staging, que resulta perfeitamente no ecrã.

Azerbaijão


O primeiro shot, com a representante azeri deitada envolta em fumo, resulta muito bem em palco e no ecrã. A equipa do Azerbaijão não fez grandes alterações a comparar com o primeiro ensaio, mas perceberam que toda a gente ficava distraída quando a cantora levantava o vestido antes de correr de um lado para o outro no primeiro pré-refrão, e isso já não acontece. Nas três atuações de “X My Heart”, Aisel esteve perfeita a nível vocal.

Imagem/Vídeos: eurovision.tv

1 comentário:

  1. Bélgica a surpreender?? Mas está tudo bem? Acho que não devem ter ouvido o mesmo que o resto da Europa! Já é altura de deixar a "paixão" de lado e de começar a ouvir 'com os ouvidos'... pois isso também faltou para a Albânia, que não desiludiu, bem pelo contrário... Faltou imparcialidade nestes dois. De resto, boa cobertura...

    ResponderEliminar


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.