ESC 2018: 186 milhões viram a final do ESC


186 milhões de espetadores viram a final da Eurovisão que coroou Netta como grande vencedora.

O share foi sensivelmente o mesmo que em 2017 - 35.8% - e perfaz mais do dobro de espetadores que os canais costumam ter naquele horário (15.3%). A Islândia continua líder de audiências com 95.3% de share mesmo sem se ter qualificado para a final. Em Israel cerca de 1 milhão de pessoas viram o evento - o melhor resultado do país desde 2005.




Também o Chipre teve um dos seus melhores resultados audiométricos de sempre: 250 mil espetadores e 77.4% de share. Na Alemanha os valores têm vindo a aumentar desde 2010 e este ano chegaram aos 7.7 milhões de espetadores enquanto a BBC registou uma melhoria de 5% em relação a 2017 com 7 milhões. França, um dos países favoritos à vitória teve o seu melhor registo desde 2009 com 5.2 milhões e em terras de nuestros hermanos 6.4 milhões assistiram ao evento. Portugal teve o maior número de espetadores (1.5 milhões) desde a final de 2008.

A maioria dos espetadores do concurso tem entre 15 e 24 anos (43.1%) nos 42 países que fizeram parte destes dados estatísticos. Além disso, cerca de 6.6 milhões de pessoas de 198 territórios diferentes viram o evento via youtube.

Fonte: EBU/Imagem: Pedro Pina

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.