ESC 2018: China retira as atuações da Albânia e Irlanda da sua transmissão


Em causa está o facto de o cantor albanês usar tatuagens e de a atuação irlandesa estar associada a conteúdo LGBT. 

O canal chinês que se encontra a transmitir a edição do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018, Hunan TV, editou o seu vídeo de transmissão da primeira semifinal, tendo cortado as atuações da Albânia e da Irlanda, para além de as ter retirado também do resumo que acontece durante a campanha de televoto. 




As razões de tal facto ter acontecido prende-se com o facto de a estação chinesa banir tatuagens, algo que o intérprete de "Mall", Eugent Bushpepa, representante da Albânia, usa. No que toca à Irlanda, a atuação foi banida pela televisão chinesa pelo facto de a mesma possuir contúdo de origem LGBT. algo censurável pela mesma estação pública, uma vez que a dada altura da atuação acontece uma dança "romántica" feita por dois rapazes. No entanto, durante a revelação dos finalistas, tanto a Albânia como a Irlanda não foram editadas, e por isso, ambas aparecem no vídeo. 

Veja a versão da transmissão da televisão chinesa, AQUI

A China, apesar de não fazer parte do território europeu, transmite o ESC desde a edição de 2012 em diferido, e desde a edição de 2014 que transmite o evento em direto.  
O Festival Eurovisão da Canção 2018 acontece em Lisboa, no Altice Arena, entre os dias 8, 10 e 12 de maio.  

Fonte: Eurovoix / Imagem: Metro

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.