ESC 2018: Israel é o favorito a vencer pelo Spotify


Resultado de imagem para netta israel

Numa ida ao Buzz Feed, é revelado um estudo em que se percebe quem, de facto, é o artista mais ouvido no Spotify do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018.

Netta, a representante israelita, foi o mais ouvido no Spotify. Em segundo lugar, encontra-se a cipriota Eleni Foureira e em terceiro o sueco Benjamin Ingrosso. Portugal aparece em 17º lugar.

Pode ver mais detalhes:

Israël (Netta – Toy)
Chipre (Eleni Foureira – Fuego)
Suède (Benjamin Ingrosso – Dance You Off)
Finlande (Saara Aalto – Monsters)
Australie (Jessica Mauboy – We Got Love)
France (Madame Monsieur – Mercy)
Allemagne (Michael Schulte – You Let Me Walk Alone)
Norvège (Alexander Rybak – That's How You Write a Song)
Bulgarie (Equinox – Bones)
Danemark (Rasmussen – Higher Ground)
Italie (Ermal Meta & Fabrizio Moro – Non mi avete fatto niente)
Estonie (Elina Nechayeva – La forza)
Espagne (Amaia & Alfred – Tu canción)
Ukraine (Mélovin – Under the Ladder)
Ireland (Ryan O'Shaughnessy – Together)
Lituanie (Ieva Zasimauskaitė – When We're Old)
Portugal (Cláudia Pascoal – O Jardim)
République Tchèque (Mikolas Josef – Lie to Me)
Royaume-Uni (SuRie – Storm)
Autriche (Cesár Sampson – Nobody but You)




Pela primeira vez na história, o ESC 2018 acontece em solo português, mais especificamente na Altice Arena, em Lisboa, após Salvador Sobral ter vencido em 2017 com "Amar Pelo Dois" e um recorde de 758 pontos.

Fonte/Imagem: GNT

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.