ESC 2018: São Marino faz queixa dos comentadores italianos


O chefe de delegação de São Marino fez queixa das opiniões dos comentadores italianos, durante a segunda semifinal, junto da União Europeia da Radiodifusão (UER). 

Em causa estão os "comentários falsos, desonestos e ofensivos" que afirmaram que Francesco Gabbani, representante italiano em 2017, não ganhou o concurso devido à votação de São Marino, que a descreveram como "infame". O São Marino atribuiu 3 pontos a Itália e 12 a Portugal em 2017, no entanto no final de contas os dois países ficaram a 424 pontos de distância na votação final (Portugal com 758 e Itália com 334).


Na carta enviada à EBU, o chefe de delegação considera que os comentários proferidos poderão ter influenciado o público italiano a não votar na canção de São Marino na segunda semifinal do ESC 2018, considerando a atitude como intolerável.




Pela primeira vez na história, o ESC 2018 acontece em solo português, mais especificamente na Altice Arena, em Lisboa, após Salvador Sobral ter vencido em 2017 com "Amar Pelo Dois" e um recorde de 758 pontos. 

Fonte/Imagens: ESCPortugal

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.