O Vencedor da Internet 2018 é... - Resultados


Como acontece desde 2011, a equipa Crónicas de Eurofestivais decidiu renovar a iniciativa "O Vencedor da Internet é...". Esta iniciativa tem como objectivo analisar todos os sites, canais de Youtube, blogues ou até mesmo votações externas sobre as músicas da Eurovisão 2018 e prever qual o país que os fãs cibernautas preferem para vencer a 63ª edição do certame.

Como breve historial desta iniciativa, em 2011, contámos com 35 páginas e Eric Saade (Suécia) foi eleito o favorito com uma média de 2,8%, recebendo o 1º lugar em 11 páginas; em 2012 utilizámos 20 páginas e Loreen (Suécia) ganhou a iniciativa com uma média de 2,75%, recebendo o 1º lugar em 11 páginas; em 2013, utilizámos também 20 páginas, e Emmelie De Forest (Dinamarca) conseguiu obter 2,35%, alcançando o 1º lugar em 12 páginas; em 2014, utilizámos 15 páginas, e Aram MP3 (Arménia) obteve 3,13%, alcançado o 1º lugar em 7 páginas; em 2015, utilizámos 15 páginas, e Måns Zelmerlöw (Suécia) obteve 3%, alcançando o 1º lugar em 5 páginas; em 2016, utilizámos 15 páginas, e Amir (França) obteve 2,5%, alcançado o 1º lugar em 7 páginas; e em 2017, utilizámos também 15 páginas, e Francesco Gabbani (Itália) obteve 1,6%, alcançando o 1º lugar em 10 páginas.

Este ano continuámos a optar por sites mais conceituados e páginas mais coerentes em relação ao voto do eurofã pré-ESC, ou seja, o número total de páginas foi de 15. Como foi feito anteriormente, muitas páginas têm os votos transformados em percentagens, e, por isso, nunca poderíamos prever o número exacto de vezes que cada país recebeu por pessoa. E achamos injusto contar o número de vezes por pessoa, pois algumas páginas têm mais visitas que outras. Contámos apenas os lugares que cada país teve nos diferentes sites e fizemos a sua média – logicamente que a média mais baixa é a do grande vencedor. Realçamos, também, que, em caso de empate, prevalece a melhor classificação.




Outra coisa importante é que esta análise de votos foi feita no dia 28 de abril, logo as votações nessas mesmas páginas podem-se ter alterado até hoje.

Assim sendo o grande "Vencedor da Internet 2018 é...":

NETTA  "TOY"


Veja todas as classificações por escrito (%):

1º Israel – 3%
2º França – 4,2%
3º Bulgária – 6,13%
4º Bélgica – 6,27%
5º Estónia – 7,47%
6º Grécia – 8,2%
7º República Checa – 9,07%
8º Finlândia – 9,4%
9º Austrália – 9,73%
10º Itália – 11,67%
11º Dinamarca – 13,8%
12º Áustria – 14,53%
13º Suécia – 14,53%
14º Chipre – 15%
15º Espanha – 16,73%
16º Alemanha – 16,87%
17º Portugal – 17,13%
18º Bielorrússia – 17,53%
19º Noruega – 19,8%
20º Ucrânia – 20,4%
21º Holanda – 20,53%
22º Macedónia – 21,33%
23º Reino Unido – 23,4%
24º Polónia – 24,2%
25º Azerbaijão – 25,4%
26º Albânia – 25,47%
27º Arménia – 25,87%
28º Lituânia – 26,27%
29º Irlanda – 29,07%
30º Letónia – 30,4%
31º Rússia – 31,07%
32º Hungria – 31,4%
33º Sérvia – 31,93%
34º Croácia – 32,13%
35º Moldávia – 32,47%
36º Suíça – 32,6%
37º Malta – 34,67%
38º Geórgia – 35,33%
39º Roménia – 36,2%
40º Eslovénia – 36,33%
41º Montenegro – 37,53%
42º Islândia – 39,8%
43º São Marino – 41,13%

Netta conseguiu ter o quarto 1º lugar mais bem sucedido desde a realização desta rubrica (2011), ficando em igualdade percentual com Måns Zelmerlöw (3%) – o recorde pertence a Francesco Gabbani, com 1,6%. Além disso, conseguiu 9 vezes o 1º lugar nos quinze sites analisados. Parece que os eurofãs cibernautas renderam-se a "TOY" e querem que ganhe o Festival Eurovisão da Canção 2018.

Para completar o top 5: em 2º lugar, França ficou com uma média de 4,2%; em 3º lugar, Bulgária com 6,13%; em 4º lugar, Bélgica com 6,27%; e em 5º lugar, Estónia com 7,47%. São Marino foi o país que teve menos votos, alcançando a média de 41,13%.

Quem teve mais vezes o 1º lugar:

Israel – 9/15
França – 2/15
Áustria – 1/15
Bélgica – 1/15
Bielorrússia – 1/15
Portugal – 1/15

Quem teve mais vezes o último lugar:

São Marino – 5
Islândia – 4
Croácia – 1
Eslovénia – 1
Geórgia – 1
Hungria – 1
Rússia – 1
Suíça – 1

Os países que passam à final são:

Semifinal 1:

1º Israel
2º Bulgária
3º Bélgica
4º Estónia
5º Grécia
6º República Checa
7º Finlândia
8º Áustria
9º Chipre
10º Bielorrússia

Semifinal 2:

1º Austrália
2º Dinamarca
2º Suécia
4º Noruega
5º Ucrânia
6º Holanda
7º Polónia
8º Letónia
9º Rússia
10º Hungria

Em relação aos já automáticos finalistas, aqui estão as preferências dos eurofãs cibernautas:

1º França
2º Itália
3º Espanha
4º Alemanha 
5º Portugal
6º Reino Unido

As 15 páginas que utilizámos:

https://eurovisionworld.com/odds/eurovision
https://www.oddschecker.com/tv/eurovision/winner
http://wiwibloggs.com/eurovision-polls/
https://scorewiz.eu/poll/results
http://www.sechuk.com/ESC18-SechukJury-Main.htm
http://www.kolumbus.fi/jarpen/chart18.htm#results
https://www.eurovision-bonsoirparis.com/copie-de-big-chart-2018
http://www.eurovisioon.ee/haaletused.php?id=26
http://www.myeurovisionscoreboard.com
10º http://www.eurovisionontop.com/esc-chart-2018
11º https://www.esc-plus.com/odds/
12º http://www.ogae.de/teds_mb/2018/esc2018_preted.php?action=aktuell
13º https://cronicaseurofestivais.blogspot.pt
14º http://www.realitybite.com/eurovision/odds
15º https://sports.intertops.eu/en/Bets/Event/1280161

Veja a publicação dos resultados:

2011 – [AQUI]
2012 – [AQUI]
2013 – [AQUI]
2014 – [AQUI]
2015 – [AQUI]
2016 – [AQUI]
2017 – [AQUI]


Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.