Porque é que Carolina Deslandes deveria ir ao Festival da Canção


Também foram como eu por terem gostado de ver a Carolina na greenroom da final do Festival da Canção 2018? Ficou lá tão bem que podia repetir essa experiência, muito muito em breve!

Os talent shows de domingo à noite, em horário nobre, sempre tiveram definidos quais os principais objetivos que queriam alcançar. Óbvio que um deles também seria servirem como rampa de lançamento para todos os partipantes. O resto da história já nós sabemos. De cor e salteado. 

Carolina Deslandes foi outro dos nomes a sair de um projeto como este, talvez com um bocadinho mais de triunfo, ao terminar a 4.ª edição dos Ídolos em terceiro lugar. Logo desde aí, quem seguiu o programa não teria dúvidas que o nome voltaria à ribalta. Demorasse muito ou pouco tempo. Esteve desde logo muito presente. Mas, talvez não na sua melhor identidade. Demorou o necessário. E regressou. Stronger than ever.

O caminho foi sempre pautado pela apresentação de boa música, mais contemporânea, o estilo que estava em voga e continua a marcar o panorama musical. Um estilo que considerávamos que poderia ser o único onde iríamos ver a cantora. Mas, e como são traços da normal evolução de qualquer artista, a cantora também cresceu, e voltou para um merecido pedestal onde só se continua a pedir que não pare de produzir músicas dentro do estilo da última que criou. O álbum "Casa" não atingiu milhões de streams por acaso...


Porque é que a Carolina também deveria receber um convite da RTP para o Festival? A resposta não pode ser difícil quando ouvimos o que já produziu e o que ainda estará para criar. Claro que o ser mãe a tempo inteiro, e de se estar a contribuir para a natalidade do país, não tem ajudado a que passe mais tempo em estúdio, a produzir originais. Mas, mesmo assim, os exemplos que temos já são mais do que suficientes do porquê de ser uma excelente aposta para o próximo FC. Quer como compositora apenas, ou, na melhor das hipóteses, a cantar o que compõe.

Alguém que é também muito consciente de que o trabalho deve ser feito em plena comunhão com os valores que realmente importam: a paixão pela profissão que se escolhe. E o trabalho da Carolina Deslandes espelha de forma clara os valores que só a música sabe demonstrar. Como a própria artista também o descreve:

"Ser artista não se escolhe, é algo que é de ti. Nunca na minha vida saberia viver de outra forma. Viveria como é óbvio, mas por muito que isto não fosse o meu trabalho ia sempre fazer canções." (delas.pt)



Sabemos que a Carolina está prestes a ser mãe pela terceira vez, mas também sabemos de antemão pela própria que isso também não será um impeditivo. Dear RTP, follow my request: A Carolina merece um lugar no Festival. Um grande trunfo que poderia ser tão bom para ambos os lados!

Imagem: Move Notícias/Vídeo: CarolinaDeslandesVEVO

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.